Skip to content

Relatório e Contas 2018

Pode consultar o documento completo clicando aqui.

O momento de apresentação de contas é sempre um momento solene em qualquer organização. É o momento em que o órgão de gestão dá a conhecer às suas partes relacionadas os resultados do trabalho desenvolvido ao longo de determinado período temporal.

Para a União das Freguesias de Alvito (S. Pedro e S. Martinho) e Couto este momento é encarado com natural solenidade, reforçada pela satisfação dos resultados a apresentar, fundados que são no esforço e na dedicação à causa pública em prol das populações das nossas freguesias.

A presente apresentação de contas versa sobre o ano de 2018, que constitui o primeiro exercício económico do segundo mandato deste Executivo. Como bem sabem, o lema do Executivo para este mandato é “Conhecimento e Confiança”. E foi sobre este lema que desenvolvemos a nossa atividade ao longo do exercício de 2018.

A ação política do Executivo, tal como plasmado nas Grandes Opções do Plano tem por base quatro pilares:

  • A proximidade entre Executivo e população;
  • A disponibilização de novos serviços à população;
  • O reforço do sentimento de União;
  • A execução de obras estruturantes de inegável qualidade;

É nossa convicção que temos sabido ser um Executivo presente junto da população. Esta presença faz-se através do atendimento permanente nas três freguesias, pratica-se pela disponibilidade para, a qualquer momento, responder às solicitações dos nossos conterrâneos, faz-se através da realização de eventos tais como o passeio da freguesia, as viagens à praia ou o almoço de natal. Esta proximidade pratica-se na celeridade com que temos resolvido os problemas do dia-a-dia dos nossos conterrâneos, quer aqueles de carácter meramente burocrático, quer aqueles mais difíceis e que se relacionam com questões sociais, educativas ou de saúde. Temos ainda cuidado com muito afinco da limpeza e manutenção das nossas estradas e caminhos, tentando fazer deles um local mais seguro para todos. Malgrado o incêndio que em 2018 afetou o nosso território, não deixamos de cuidar dos acessos ao monte e de tentar mitigar as consequências desastrosas de tais eventos.

Durante 2018 fomos capazes de disponibilizar serviços de excelência à população. Desde logo porque o Espaço Cidadão entrou em funcionamento. Nele, a nossa população pode encontrar um leque de serviços que nenhuma outra freguesia vizinha  disponibiliza às suas populações. Optamos por contratar e formar uma funcionária para fazer este atendimento. Reformulamos todo o processo administrativo da União de Freguesias. Adquirimos novo software de gestão que nos permite interagir melhor com a população, seja através do novo site, seja através da pronta emissão de documentos. Este software permite ainda à União de Freguesia estar preparada para a total implementação do SNC-AP. A disponibilização de serviços à população passou também pelo transporte de crianças para o Jardim-de-infância e de utentes à Unidade de Saúde Familiar de Lijó.

O terceiro pilar, o reforço do sentimento de União, tem sido encarado como uma das missões do Executivo. Sabemos da existência de movimentos políticos que querem acabar com as uniões de freguesia. Este Executivo temse batido pela manutenção desta União de Freguesias. Foi para isso que fomos eleitos. Temos sabido relevar as vivências, as tradições, os usos, os costumes e as festas de cada freguesia e temo-as apoiado firmemente. Não estamos contra nenhuma delas. Não damos a primazia a uma em detrimento das outras. Antes pensamos que, através de uma gestão administrativa única das três freguesias, conseguiremos uma gestão mais eficaz, ganhos de escala, quer económicos, quer de massa populacional, quer em termos de elevância política. Dessa forma a população das nossas freguesias têm tido um acrescento de qualidade de vida que se tem materializado na recuperação de serviços que já tinham sido perdidos, na melhoria daqueles que eram anteriormente prestados, ou na realização de investimentos que, sem esta reforma administrativa, dificilmente seriam realizados. Ao longo de 2018 fomos ainda capazes de apoiar as atividades e as associações e cada uma das freguesias. Identificamos oportunidades de investimento e realizamos obras consoante o nosso plano de investimentos. Executamos manutenção de vias de comunicação em todas as freguesias, nunca discriminando nenhuma delas.

Por fim, o investimento. O ano 2018 ficou marcado pelo investimento no cemitério de Alvito S. Pedro. Foi uma obra que ascendeu a 84.291,20€ e que foi executada segundo os mais elevados padrões de qualidade a que o Executivo tem habituado os seus concidadãos. Além desta obra, outras foram executadas, nomeadamente ao nível da viação rural, com intervenções relevantes na Rua da Torre, na Travessa da Torre, bem com na Rua da Gandarinha.

Refira-se ainda a forma como temos gerido a “coisa pública”. Temos plena noção que o dinheiro é de todos e que cada Euro que gastamos tem que ser gasto com parcimónia e em benefício da população. Temos ainda plena consciência que, nos dias de hoje, os membros do Executivo são muito mais escrutinados, quer por via da miríade de regras que nos são impostas (contratação pública, POCAL, lei das finanças locais, prestação de contas, regime jurídico das Autarquias Locais…), quer por via da maior informação disponível à população e consequente maior exposição à critica.

Só com muito apego à União de Freguesias de Alvito (S. Pedro e S. Martinho) e Couto é que conseguimos executar tudo o que fizemos em 2018 e que agora lhes prestamos contas. Mas estes resultados não são só nossos. São também de todos aqueles que nos ajudaram, desde o Município de Barcelos, passando pela Assembleia de Freguesias, pelos funcionários e sobretudo pela nossa população. A todos o nosso muito obrigado.

[social_warfare]
Scroll To Top